PRECISO DE UM LOGO, E AGORA?

Por

PRECISO DE UM LOGO, E AGORA?

A maior parte das pessoas que estão abrindo um negócio e chegam até nosso escritório estão procurando por um logo. E sim, é absolutamente normal empreendedores buscarem alguém para desenhar um logotipo para suas empresas.

Mas será que eles precisam realmente de um logotipo?

A resposta é sim.
O logotipo é a representação visual de um negócio, empresa, produto, serviço ou pessoa, é o logo que aparece no site, no cartão, no instagram e no youtube, por isso ele é de extrema importância para que negócios sejam reconhecidos, produtos lembrados e serviços sejam tangibilizados. Ou seja, o logo é a cara da empresa no universo físico ou digital.

Qualquer negócio precisa ter uma marca para se comunicar, mas nem sempre um logotipo sozinho consegue externar o que aquele determinado negócio significa para que possamos consumi-lo, e por isso digo que não, não precisa (só) de um logo.

Mas o que uma empresa precisa para ser reconhecida e ser percebida com significados?

O tal do Branding. Preferimos chamar de construção estratégica de uma marca. Essa estratégia que o branding vai traçar é o que leva uma marca e o seu logotipo a serem desejados, amados, queridos e principalmente, percebidos. A percepção da marca, assim como o propósito, vão colocar o negócio na categoria de LoveMark. Mas calma, não é nada simples chegar até lá.

O processo de construção de marcas é formado por metodologias baseadas em estudos do ser humano, afinal, se uma marca vai ser consumida por um humano, nada melhor do que ela se comportar como um. Esse método é chamado de humanização de marcas. Marc Gobé, autor do livro BrandJam — O design emocional na humanização de marcas”, traz muitos pensamentos estratégicos para criar uma marca com relacionamento e experiências focados nas pessoas.

As marcas precisam conectar-se com a cultura e alcançar o coração das pessoas. “_Gobé, Marc”

Image for post

Cada marca precisa ter o seu próprio DNA, sua própria personalidade e seu propósito bem definido para ser percebida de maneira adequada, e dessa forma, conquistar o coração e a mente do consumidor.

Esse processo levanta questões organizacionais da marca, constrói, dá voz e se conecta com a cultura do seu público, gerenciando todos os pontos de contato em sintonia com a essência e os principais valores da marca.

O Branding ajuda a definir o posicionamento, melhora sua imagem e resolve problemas de relacionamento, sempre entregando a verdade, o valor e a relevância de uma marca, tornando-a especial e entregando experiência positiva ao consumidor.

O professor de Gestão de Marcas na Faculdade Rio Branco e na Universidade Mackenzie, Antonio Roberto de Oliveira, explica de forma fácil de entender a construção estratégica de marcas:

“A construção da marca só acontece quando transforma o intangível em visível, quando a estratégia torna-se verdade, quando a promessa é entregue e quando todos os pontos de contato conseguem traduzir os valores e as crenças da marca em experiências.”

Para finalizar, um logo vai muito além do símbolo gráfico, ele deve nascer com base, conceitos, propósito e essência para se tornar uma marca viva e para pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *